Janeiro Branco: precisamos falar sobre saúde mental

Janeiro Branco: precisamos falar sobre saúde mental

“Chegou a hora de apertar os parafusos da cabeça!”

Chegou janeiro, o verão, um novo ano, mas isso significa uma nova vida? Os problemas ficaram para trás? Não né! Nada é tão simples, e como os problemas nos deixam extremamente preocupados, contas, estresse, correria do dia a dia, começamos a não dormir à noite e o desânimo só aumenta. Pensando nisso, psicólogos resolveram criar o Janeiro Branco, e, vamos aproveitar e falar sobre alguns dados, doenças psíquicas e cuidados que devemos ter com a nossa mente.

Alguns dados sobre a saúde mental

Segundo a International Stress Management Association (ISMA), cerca de 70% dos trabalhadores brasileiros sofrem com o estresse; 47% destes desenvolvem quadros depressivos; 30% chegam a ter a síndrome de Burnout gerando tensão emocional e estresse crônico, sensação de esgotamento físico e emocional que se reflete em atitudes negativas. Já, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) 18,6 milhões de pessoas, 9,3% da população, sofrem com os impactos da ansiedade.

Doenças psíquicas

  • Transtornos do neurodesenvolvimento; inclui problemas como a gagueira, hiperatividade e déficit de atenção.
  • Transtornos depressivos e de humor; inclui problemas como a depressão e a bipolaridade.
  • Transtorno de ansiedade; inclui problemas como fobia social, síndrome do pânico e agorafobia.
  • Transtornos obsessivos; inclui problemas como o TOC e o transtorno de acumulação.
  • Transtornos relacionados a traumas e estresse: inclui problemas como o estresse pós-traumático e a síndrome de Burnout.
  • Transtornos alimentares + Transtornos de eliminação; inclui problemas como a bulimia e a anorexia.
  • Transtornos de personalidade; pode-se desenvolver personalidade antissocial, narcisista ou dependente.
  • Transtornos relacionados a usos de substâncias; inclui qualquer tipo de dependência química.
  • Transtornos disruptivos; pode-se desenvolver hipocondria ou transtornos de conduta.

Todos esses transtornos citados geralmente surgem a partir de um estilo de vida precário, estresse, preocupações que tiram o sono, medos, problemas não trabalhados e não levados a sério, um estilo de vida carregado e sufocante.

Cuidados com a mente

A algum tempo em uma leitura, algo muito interessante chamou atenção, “somos emocionalmente analfabetos”, aprendemos a ler, a escrever, somar e subtrair, treinamos e praticamos, mas onde aprendemos a compreender e controlar nossas emoções? A entender como a vida nos testa dia após dia. Em lugar nenhum. É fundamental nos conhecermos, entendermos como funcionamos e como podemos melhorar a nossa saúde física e emocional. Por conta disso, algumas práticas e ações poderão ajudar a conhecer-se melhor e ter uma vida mais branda e saudável, são apenas sugestões, posteriormente escreveremos mais artigos sobre algumas práticas aqui citadas. Sem mais delongas vamos a elas:

  • PNL; Programação Neurolinguística, escolha como você quer que sua mente funcione.
  • Princípio 90×10; 10% é resultado do fato e 90% é consequência de nossa reação sobre o fato ocorrido.
  • Reiki; o Reiki tem inúmeros benefícios, é uma prática que preza pelo bem-estar.
  • Meditação; conectar-se com seu eu interior poderá te ajudar a compreender como você funciona e ainda te dará a dose de sossego necessária.
  • Yoga; mais do que uma técnica, o yoga é uma forma de viver.
  • Ho’Oponopono; 4 frases (mantras) para repetir diariamente que terão forte impacto em sua vida.
  • Exercícios Físicos; os exercícios além de proporcionarem bem estar ao corpo são excelentes para a mente, inclusive ao exercitar-se o corpo produz serotonina, o hormônio da felicidade.
  • Terapia; é uma ótima forma de se alfabetizar emocionalmente, busque um psicólogo ou terapeuta holístico e inicie seus “estudos”.
  • Alimentação Saudável; nosso corpo é um organismo sistêmico que necessita de nutrição específica para funcionar, ter essa compreensão e alimentar-se corretamente é imprescindível.

Gostou das dicas?

Escreveremos mais sobre estes e outros assuntos em artigos posteriores. A mensagem que deve ficar é: “cuide da sua mente, ela é a ferramenta que te move diariamente”. O Instituto Terceira Visão está sempre engajado com diversas causas sociais, conheça nossos cursos e uma nova forma de ver e viver a vida.

Gratidão!