A palavra “Chakra” vem do sânscrito shakra e significa roda da vida. Os chakras são canais por onde passa a energia sutil, importantes para a manutenção do equilíbrio biológico, energético, espiritual e para a manutenção da nossa saúde.

Localizados em pontos específicos do corpo, possuem formato de cone visto de lado. Visto de frente, o chakra forma um círculo, cujo giro é no sentido horário, permitindo o fluir da energia. 

Todas as pessoas possuem os sete chakras principais, os quais estão distribuídos ao longo da coluna vertebral do corpo. Cada chakra reage a uma determinada energia. Quando focamos em pensamentos e sentimentos negativos, acabamos bloqueando os chakras. Então, para equilibrá-los, energizá-los é necessário nos conectarmos referente a cada frequência dos chakras.

Cada um deles está associado a uma glândula do corpo físico, a uma cor e, rege uma parte específica do funcionamento do nosso corpo psicológico. Veremos a seguir, 3 dicas rápidas e simples para equilibrar cada chakra.

Chakra Básico ou Raiz Muladhara
Do sânscrito Muladhara, significa “Base e Fundamento”.
Cores Básicas: Vermelho, varia para roxo ou vinho.
Bija-mantra: “LAM”.

Localizado à base da coluna este Chakra é o centro de conexões com as raízes ancestrais, controla energeticamente a coluna vertebral.

Quando equilibrado, o Chakra Básico promove segurança, estabilidade e repouso nas situações. Traz conexão com o aqui, o agora e o seu corpo físico. Você se sente seguro, autoconfiante e consegue confiar nas pessoas.

Dicas rápidas para equilibrar este Chakra:

♦ Atividades físicas como caminhar com os pés descalços, malhar, dançar, de preferência ao ar livre, são fundamentais para o equilíbrio deste Chakra.

♦ Deve-se ingerir alimentos vermelhos como morangos e tomates, além de alimentos que possuem raízes na natureza, como batatas, beterraba e nabo.

♦ Os Cristais também são indicados para auxiliar no equilíbrio: Turmalina Negra, obsidiana, quartzo fumê, jaspe vermelho e rubi.

Chakra Sacro/Sexual – Swadhistana
Do sânscrito Swadhistana, significa “Morada da criatividade”.
Cores Básicas: Laranja, Vermelho.
Bija-mantra: “VAM”

Localizado a dois dedos abaixo do umbigo, aberto para frente e para as costas.

Responsável pela irrigação energética dos órgãos sexuais, sentimentos, sexualidade, reprodução, alegria e criatividade. Desenvolvido, estimula o funcionamento dos outros Chakras.

Quando equilibrado, o Chakra Sacro ou Sexual, auxilia energeticamente na criatividade e no impulso emocional, bem como sensações e bons sentimentos que fluem livremente.

Dicas rápidas para equilibrar este Chakra:

♦ Para seu equilíbrio, mantenha contato com o Elemento Água (banhos, chás, praias, rios, cachoeiras), ouça músicas suaves tocadas ao piano e instrumentos de corda.

♦ O Chakra Sacro/sexual é ativado por alimentos de cor laranja: alimentos como abóbora, tangerina, laranja, inhame, pêssego, mamão, cenoura e manga.

♦ Os Cristais também são indicados para auxiliar no equilíbrio: Cornalina, topázio dourado e pedra da lua.

Chakra Plexo Solar – Manipura
Do sânscrito: Manipura, significa “Cidade das joias”.
Cores Básicas: Verde, Vermelho, Amarelo.
Bija-mantra: “RAM”.

Localizado na boca do estômago, aberto para frente e para as costas.

Aproximadamente de dois a quatro centímetros acima do umbigo (controla toda a região do plexo solar). Desenvolvido, facilita a percepção de energias ambientais.

O terceiro chakra é aquele que nos fornece a sensação de completa satisfação, contentamento e emoções.

Dicas rápidas para equilibrar este Chakra:

♦ Sinta o sol: Faça caminhadas ao sol, atividades como pilates e yoga também auxiliam no equilíbrio desse Chakra.

♦ Consuma alimentos que contenham fibras: Pimentas Amarelas, Arroz Integral, Pão Integral, Cereais Integrais, Milho e Chá de camomila.

♦ Os Cristais também são indicados para auxiliar no equilíbrio: Topázio, pedra do sol e citrino.

Chakra Cardíaco – Anahata
Do sânscrito Anahata, significa “Invicto”.
Cores Básicas: Dourado, Verde, Rosa.
Bija-mantra: “YAM”.

Localizado no centro do peito, aberto para a frente e para as costas. Responsável pela irrigação energética do coração. Canal de movimentação dos sentimentos. O quarto chakra, é o local onde reside nosso Espírito, o centro do nosso verdadeiro Eu, da nossa identidade, do nosso autoconhecimento, o centro da energia da vida.

Dicas rápidas para equilibrar este Chakra:

♦ Trabalhe com a respiração para equilibrar sua energia; faça exercícios de respiração e meditações.

♦ Consuma alimentos que auxiliarão a equilibrar seu Chakra: couve, limão, pimentão verde, espinafre e maçãs verdes, suco de laranja, morangos, muita vitamina C.

♦ Os Cristais também são indicados para auxiliar no equilíbrio: Quartzo verde, quartzo rosa e esmeralda.

Chakra Laríngeo – Vishudda
Do sânscrito Vishudda, significa “O purificador”.
Cores Básicas: Azul-Celeste, Lilás, Amarelo.
Bija-mantra: “HAM”.

Localizado no meio da garganta, aberto para frente e para as costas. Responsável pela irrigação energética da boca, garganta, e órgãos respiratórios. Possibilita dar voz aos pensamentos, reproduzir os sentimentos e emoções. Serve de bloqueio para que as energias emocionais não cheguem ao chakra coronário.

Dicas rápidas para equilibrar este Chakra:

♦ Para equilibrar este Chakra indica-se seções de Reiki, yoga e meditação.

♦ Mirtilos e amoras são ótimos alimentos para este Chakra, mas seus principais alimentos são as frutas que caem das árvores ao amadurecerem e folhas como eucalipto, gengibre e hortelã.

♦ Os Cristais também são indicados para auxiliar no equilíbrio: Turquesa, água marinha.

Chakra Frontal – Ajnã
Do sânscrito Ajnã, significa “Centro de comando”.
Cores Básicas: Índigo, Amarelo, Verde, Branco fluorescente.
Bija-mantra: “OM”.

Localizado entre as sobrancelhas, aberto para frente e para as costas. Responsável por enviar todos os comandos para o nosso corpo. Tem seu nome mais conhecido como terceiro olho ou “olho que tudo vê”. Este Chakra é o centro da premonição, do pressentimento.

Em caso de desequilíbrio este Chakra pode induzir a efeitos negativos, como, falta de segurança, fragilidade emocional e mental.

Dicas rápidas para equilibrar este Chakra:

♦ É necessário ter sempre o Chakra alinhado, sentar-se ao sol para meditar e ver imagens que nos tranquilizem ou nos proporcionem felicidade, são ótimas maneiras para buscar o equilíbrio.

♦ Para equilibrar o Chakra Frontal deve-se ingerir alimentos como a Framboesa, Amora, Jabuticaba e alimentos ricos em ômega 3 como peixes, chia e linhaça.

♦ Os Cristais também são indicados para auxiliar no equilíbrio: Pedra da lua e azurite.

Chakra Coronário – Sahashara
Do sânscrito Sahashara, significa “O lótus das mil pétalas”.
Cores Básicas: Violeta, Branco Fluorescente, Dourado
Bija-mantra: “Brahmarandra” ou o “OM”.

Localizado no topo da cabeça, aberto para cima. Sendo responsável pela irrigação energética do cérebro. Desenvolvido, facilita a telepatia, a mediunidade e expande a consciência. O Chakra Coronário traz sabedoria e conexão com o mundo.

Quando desequilibrado este centro pode apresentar problemas como, transtornos, fobias, neuroses e falta de crenças.

Dicas rápidas para equilibrar este Chakra:

♦ Para equilibrar este Chakra deve-se buscar força olhando para o horizonte e respirando lentamente, como seu mantra é o OM, o Reiki é importante.

♦  Alimentos ricos em serotonina, como a banana, o cacau e o abacaxi, são ótimas pedidas para este Chakra.

♦ Os Cristais também são indicados para auxiliar no equilíbrio: Quartzo leitoso, ametista, pirita e diamante.

Existem diversas maneiras para equilibrarmos os chakras, indicamos que, além de seguir as dicas acima, procure um Terapeuta Holístico, que trabalhará no reequilíbrio energético dos seus chakras, auxiliando no seu bem-estar.

Você se interessou pelo conteúdo e quer aprender mais?

Fique de olho em nossos conteúdos. E se você gostou desse assunto e deseja adentrar nesta área, indicamos o curso de Terapias Holísticas. Em caso de dúvidas, clique no botão atendimento, ficaremos extremamente felizes em atendê-la (o)! Gratidão!

Todas as técnicas da área holística são COMPLEMENTARES e NATURAIS, para a melhoria da qualidade de vida, NÃO devendo substituir em hipótese alguma o tratamento médico convencional.