flores-da-primavera.jpg

A primavera é para muitos a melhor estação do ano, uma estação de transição, do frio para um período mais aquecido. Estação de renovação, de crescimento, de florescer. É na primavera onde se é possível visualizar os mais belos cenários da natureza, as flores enchem nosso entorno de beleza, leveza e harmonia, deixando tudo mais colorido, porém não é só para embelezar os cenários que as flores existem. Pode-se extrair a essência das flores criando uma série de florais os quais têm como finalidade auxiliar na transformação de estados mentais negativos em positivos.

São três os sistemas de florais mais conhecidos:

Cada um possui uma série de essências próprias, que atuam sobre os estados emocionais dos homens, animais e sobre as propriedades vitais das plantas.

Dicas de florais para a Primavera

Aproveitando que estamos na estação da renovação, apresentamos três essências florais que propiciam estado de evolução.

CERATO – É um floral do sistema Bach, para pessoas indecisas que buscam opinião dos outros para tudo, que sempre pedem conselho e não tem confiança para tomar suas próprias decisões. É o momento de renovar e tomar suas próprias decisões.

BIPINATUS – É um floral do sistema Minas, para aquelas pessoas cujo medo adquiriu tal intensidade que se tornou pânico. Perda de controle devido a um medo extremo. A essência Bipinatus ajuda a enfrentar a situação de medo extremo com coragem, autocontrole e firmeza.

MELISSA – É um floral do sistema Saint German que trabalha a energia da alegria, da felicidade e da vontade de ser melhor. Essa essência floral nos conecta com a nossa criança interna. Para vencer obstáculos serenamente, com o pleno controle das emoções e sobre os sentimentos negativos. É indicada para os que perderam a capacidade de sorrir e de almejar felicidade. Atua contra os sentimentos de desesperança, ansiedade e de tristeza. Trabalha a criança interior ferida.

Assim como essas essências, existem muitas outras que auxiliam em diversas áreas. O conhecimento em florais é rico em recursos e deixa margens para futuros estudos e novas descobertas, o entendimento sobre o assunto propicia a autoaplicação e a indicação terapêutica de florais para outras pessoas, porém isso só deve ser feito por profissionais devidamente habilitados.

Todas as técnicas da área holística são COMPLEMENTARES e NATURAIS, para a melhoria da qualidade de vida, NÃO devendo substituir em hipótese alguma o tratamento médico convencional.

Compartilhe